terça-feira, 8 de dezembro de 2015

[Enredo] GravNewton



O que acham dessa história que eu escrevi para o jogo?

Caso não tenham visto o jogo ainda segue o link: http://jozgames.blogspot.com.br/2015/11/gravnewton-beta.html

Introdução


Esse vai ser o enredo para o Projeto GravNewton

Em um universo muito distante havia um planeta chamado Graphydia.

Lá viviam seres pacíficos chamados bit-roms.

Um certo dia nasceu um bit-rom chamado Newton.

Após um tempo, seus pais perceberam que ele era diferente, pois não podia andar.

Mais tarde quando Newton se desenvolveu por completo descobriu que tinha uma poder impressionante.

O poder de controlar a gravidade ao seu redor.

No início Newton ficou muito animado, pois finalmente podia se mover por conta própria como os outros.

Mas logo os problemas começaram a acontecer.

Ao mudar a direção da gravidade ele arremessava seus colegas contra as paredes ou para cima e assim acabava os ferindo.

Até que um dia matou seu irmão por acidente.

Então ele começou a ser visto como uma ameaça e foi banido para a zona corrompida.

A zona corrompida é um lugar inóspito cheio de perigos.

O governo de Graphydia se livrava de tudo o que era indesejável lá, por exemplo, lixo, criminosos, etc.

Então Newton, sem escolha, começou a desbravar a zona corrompida procurando um meio de sobreviver

Logo Newton começou a encontrar alguns portais que recuperavam-lhe um pouco de energia e assim começou sua jornada

Após passar por vários de portais ele ouviu uma voz:

Voz desconhecida: Me ajude

Newton: Quem é?

Voz desconhecida: Eu posso te levar de volta para casa.

Newton: Quem é você?

Voz Desconhecida: Meu nome é Wheeler e só você pode me ajudar.

Newton: Você não vai querer minha ajuda. Eu só estrago as coisas, por isso estou aqui...

Wheeler: Eu venho te observando. Você é especial como eu.

Newton: Você pode controlar a gravidade?

Wheeler: Eu sou especial de outra forma, mas também fui expulso porque tinham medo de mim.

Newton: Me mandaram embora por que eu sou um inútil...

Wheeler: Não fale isso! Você é muito mais útil que qualquer um daqueles idiotas!

Newton: ...

Wheeler: Me tire daqui que eu vou te ajudar a voltar para nossa terra.

Newton: Não sei... Tudo o que eu faço acaba machucando os outros...

Wheeler: Não fale besteira! Eu sei que você só você capaz de fazer isso! Você é especial!

Newton: ... O que eu tenho que fazer?

Wheeler: Venha até mim e desligue a máquina que me prende aqui.
`
Newton sem rumo, nem esperanças de encontrar um lugar seguro para viver resolveu ajudar Wheeler, afinal de contas ele também um bit-rom injustiçado.



(diálogo no meio do jogo)


Newton: Por que te prenderam aí?

Wheeler: Eu nunca fiz nada contra ninguém, mas o presidente era um paranoico, pois sempre achava que tinha alguém querendo acabar com ele, por isso não conseguia dormir sabendo que existia alguém com um poder quer era capaz de atravessar toda a sua segurança acabar com ele por isso me trancaram tão bem que jamais ninguém me usaria para chegar ao rei.

Wheeler: Pelo menos foi o que os soldados me falaram antes de me jogarem aqui. Só não entendo por que não me mataram de uma vez... - Conclui Wheeler com um tom de tristeza.

Newton: Entendo... - falou Newton sem saber como consolar Wheeler

Logo Newton começou a imaginar que o presidente havia mandado ele para aquele lugar pelo mesmo motivo, mas estava com tanta pressa de sair da zona corrompida que continuou sua aventura.

(newton chega até a máquina e liberta Wheeler)


Wheeler: Finalmente livre! - gritou Wheeler em euforia

Newton: E agora?

Wheeler: Vamos voltar para casa.

Então Wheeler abriu um portal e os dois voltaram para Graphydia

Wheeler: Agora vamos nos vingar desse malditos - falou Wheeler com euforia

Newton: Como assim??? - perguntou Newton indignado

Wheeler: Eles têm que pagar pelo que fizeram com a gente.

Newton: O que você vai fazer? Não é assim que eu queria que acontecesse.

Wheeler: Você não sabe de nada, inocente! O que esperava? Nós chegarmos aqui e ter uma festa de boas vindas com um faixa dizendo "Bem-vindas aberrações que vamos jogar na zona corrompida de novo!". Eles vão fazer de tudo para se livrar da gente. Nada mais justo do que nos livrarmos deles.

Newton: Eu sei que o que ele fizeram foi errado... Mas isso não é certo. Um erro não justifica o outro!

Wheeler: Não vou perder meu tempo com você criança! Vou acabar com aqueles malditos agora. Faça o que quiser eu não tenho nada contra você.

Então Wheeler abre um portal e entra nele.

Newton desesperado fica paralisado por algum tempo, mas depois entra no portal e vê o centro da cidade totalmente vazio.

Wheeler: Veja Newton! Não é lindo! O doce sabor da vingança! - disse Wheeler com um brilho nos olhos.

Newton: O que você fez? Onde estão todos?

Wheeler: Mandei todos para os confins da zona corrompida, só para eles terem uma ideia do que é ficar sozinhos esperando a morte.

Newton: Você não pode fazer isso... Não é certo!

Wheeler: Como assim Newton? Eu fiz a mesma coisa que fizeram com você. Nada mais justo! Na verdade é pouco ainda! Se eu pudesse faria o mesmo que fizeram comigo.

Wheeler: Você não tem ideia do que é ficar preso num cubo sendo alimentado sem nenhuma esperançada de sair! Eu só queria que tudo aquilo acabasse! Preferiria que tivesse acabado comigo de uma vez! - disse Wheeler desequilibrado com lágrimas nos olhos

Wheeler: Esses desgraçados só me pegaram antes porque eu fui enganado.

Wheeler: Quando eu era mais jovem eles já tinham medo de mim e então me chamaram para entrar numa máquina que iria me “curar” dos meus poderes que eles chamaram de "Anomalia de Fermiry".

Wheeler: Era mentira! Me trancaram na máquina que me impedia de usar meus poderes plenamente e me jogaram naquele lugar horrível. Se não fosse VOCÊ eu acho que iria apodrecer naquele lugar para sempre.

Wheeler: Obrigado Newton. Nada disso seria possível sem você. - concluiu Wheeler com um sorriso no rosto.

Newton ficou em choque ao pensar que todos aquele bit-roms forma jogados na zona corrompida por culpa dele.

Newton pensou que talvez todos estivessem certos sobre ele e por isso se sentia um inútil, pois não fazia nada direito, só servia para machucar os outros...

Então ele lembrou lembrou da última vez que pensou essas coisas e o próprio Wheeler disse:

"Não fale besteira! Eu sei que você só você é capaz de fazer isso! Você é especial!"

Ele tinha razão, pois Newton sobreviveu sozinho na zona corrompida, enfrentou todas aquelas armadilhas e conseguiu libertar o Wheeler. Ele não teria feito nada disso se não fosse um bit-rom incrível!

Wheeler: Desculpe, mas eu tenho mais o que fazer, até mais amigo - Falou Wheeler antes de virar as costas

Newton: Eu vou te deter Wheeler! - gritou Newton

Wheeler: Você? Não me faça rir. - indagou Wheeler segurando o riso

Newton: É o que vamos ver.

(Os dois se enfrentam e Newton derrota Wheeler)


Epílogo



Então Newton derrotou Wheeler na frente dos bit-roms que sobraram.

Como se fosse uma ironia do destino aquela diferença que todos renegavam foi o que salvou Graphydia.

Se os outros bit-roms houvessem aprendido a conviver com as diferenças de Newton Wheeler talvez jamais nada disso teria acontecido.

Nem é preciso dizer que depois do acontecido trataram Newton como um herói.

E assim ele finalmente Newton pode viver em paz...



Nenhum comentário:

Postar um comentário